segunda-feira, 8 de março de 2010

Depois se queixam...

O líder iraniano disse hoje, conforme O Clarin, de Buenos Aires, que o "11 de setembro" foi uma grande mentira e que foi usado somente para que os EUA atacassem, o Afganistão. Duvidou, ainda, que houvesse tido 3000 mortos, desde que os americanos nunca divulgaram os nomes de todos, embora os nomes tenham sido lidos na última comemoração da tragédia. O jornal esclarece que os trabalhadores de Nova York foram contra a visita do presidente iraniano ao local do atentado quando de sua ida á reunião da ONU.

Um comentário:

  1. Brincam com a inteligência das pessoas...

    Parabéns pelo Blog Spencer...

    ResponderExcluir